terça-feira, fevereiro 15, 2011

A cooperação de outros 1 - MINHA TERRA

~~~ Minha Terra ~~~

Minha terra amarga com sabor a mel,
Meu berço de vime é doce recordação,
Como o Farrusco, meu amigo fiel,
O Marquês e o Chico, um pequeno cão.

Ó terra amada, minha linda aldeia!
Vales e montes, regatos e ribeiras.
O encanto das janeiras à lua cheia,
Ou da Coradinha no labor das eiras.


Aromas de esteva, urzes, alecrim,
Tojos, carqueja, giesta e rosmaninho,
Sem esquecer os que deixaram em mim
As mão que me ajudaram no meu caminho.


Espinheiros duros e roseiras bravias,
A silveira pica mas dá doces amoras.
Entre as searas cantam as cotovias.
E tu, triste rouxinol, diz-me porque choras.


As águias-reais são do teu céu senhoras,
Os falcões peregrinos, soltai vosso grito,
Tu, agoirenta noitibó, vai te lá embora,
Que o teu chocalhar nunca foi bonito.


Sonhos lindos, ilusões, tive-os, em criança,
Quando ia às cerejas à quinta alheia…
Cresci, fui feliz, bebi a esperança
Nas tuas fontes, ó minha linda aldeia.


Minha terra agreste de granito duro
Que estala ao sol, calores de Verão!
O segador ceifava o trigo maduro
Cantando as mágoas do seu coração.


Num poema feito de tudo e de nada,
Escrito à luz do meu entardecer,
Terra minha, mais de mil vezes amada,
Digo-te tanto e tanto fica por dizer!


Minha terra que nenhum douto te julgue sua,
Porque sendo de tantos não és de ninguém!
Livre como o vento, o sol, o céu, a lua,
A rola, o pardal e o falcão também.


Porém, se há quem creia ser senhora tua,
E nem em ti nasceu e nem em ti cresceu,
Não sabe o que foi correr p’las tuas ruas,
Nem que o teu azul não é mais seu que meu.


Carrasqueiro bravo ou giesta em flor,
É o teu A.D.N. que me corre nas veias.
Menino sonhador,foi pastor, lavrador,
Até segador que com trigo fez paveias.
"Homem da Serra"

1 comentário:

Maria Helena Morais disse...

Bom dia Professor, ontem Portugal e África foram lindamente homenageados no programa da Rede Globo "Criança Esperança", e não poderia deixar de ser, lembrei-me de seu lindo Blog, vindo buscar o folclore Português tão bem representado por aqui. Desde Julho, voltei com um novo Blog, "A Terceira Idade da Maria Helena". Estou escrevendo, mas numa oitava abaixo do que estava em "Saite da Vida". Ainda não tive coragem de voltar lá...Abraços